Assunto:

No nosso blog queremos mostrar os trabalhos do 4º Ano que fazemos na Escola Praia do Riso. Vamos mostrar nossas aulas de Inglês, Ciências, Geografia, Matemática, Português, História, Informática, Artes e Educação Física.



terça-feira, 27 de novembro de 2012

Relato sobre a Maquete - Ana Clara


Nome: Ana Clara 

Relato Sobre a Construção da Maquete


         Na turma do 4º ano, que por acaso eu participo, estamos fazendo uma maquete sobre a colonização do Brasil, sobre os índios e sobre os portugueses.
         Começamos lendo alguns textos, são eles: “Primeiros Habitantes”, “A Ocupação Humana no Brasil”, “Em Busca de Aventuras”, “Pindorama”, “As Necessidades de Cada Um”, “Terra à Vista”, “Os Grandes Descobrimentos”, “Os Aventureiros do Mar Tenebroso”, etc.
         Os textos falam sobre as chegadas ao Brasil, sobre a vida dos índios, sobre as navegações, sobre a sobrevivência no navio e as características das naus e caravelas. Nós aprendemos sobre isso tudo: índios, naus, caravelas, portugueses...
         Depois vimos dois vídeos. “Pindorama”, que é uma música que a letra contava a história do Brasil, e outro, era um filminho “Náufragos I e II”, fala sobre o que os portugueses queriam e, uma coisa se destacava bastante, a vida de Aleixo Garcia e sobre o Aleixo Garcia Filho.
         Aprendemos sobre muitas outras coisas dos portugueses e sobre os índios. Fomos à biblioteca da escola e vimos um site sobre índios que vivem hoje em dia (ISA – Instituto Sócio Ambiental). Ele fala sobre as tribos de hoje em dia, as localizações delas, os costumes delas, a sobrevivência e um pouco mais.
         Nós visitamos uma aldeia Tupi-Guarani, chamada M'Byá, lá em Biguaçu. Lá nós paramos na casa de reza, para falar como é a trilha e tirar algumas dúvidas. Depois, fizemos uma trilha no meio da mata, paramos algumas vezes para conversar. Eles explicaram algumas coisas lá, vimos alguns costumes e vimos como eram as casas deles antigamente. Antes de sair, conversamos um pouco com os índios, vimos alguns números desenhados e pronunciados em Tupi-Guarani. Logo depois, fomos na lojinha de lembranças, lá eles vendiam coisas feitas por eles mesmos, como: arco e flecha, colares, potes de palha, pulseiras, instrumentos e outras coisas. Saímos de lá e fomos para o ônibus ir embora.
         Outro dia relemos aqueles textos que eu logo falei ali no início, então, continuando, lemos aqueles textos em grupo, dividimos os textos em uns quatro grupos para reler. Cada grupo anotou em um papel coisas que estavam no texto que davam para fazer e colocar na maquete. Logo depois, escolhemos coisas para trazer e botar ao lado da maquete que tinham a ver. Nossa professora Juliana ficou de trazer imagens de balestilha, astrolábio e quadrante, mas como é muito esquecida, ainda não trouxe.
         Continuando, dividimos em grupos para fazer coisas para cada tema, como: Europa do século XV, caravelas e naus, europeus, Brasil, mar e índios. Nos grupos, separamos coisas para fazer entre nós. Ficamos alguns dias fazendo essas coisas. Tivemos que esperar alguns dias para a Ju (nossa professora) colar os pezinhos.
         Quando secou, montamos a maquete para avaliar se precisávamos aumentar alguma coisa ou pedir mais material. Pois tivemos que pedir porque faltou espaço.
         Fizemos alguns combinados sobre o que faltou fazer, como: pintarmos o chão da maquete, mais um lembrete de nossa professora de pegar imagens de balestilha, astrolábio e quadrante, e também recortar algumas coisas...
         É isso que tenho até hoje para contar para vocês!!!

Nome dos revisores: Ana Clara, Victor Rocha, Vitória e Juliana