Assunto:

No nosso blog queremos mostrar os trabalhos do 4º Ano que fazemos na Escola Praia do Riso. Vamos mostrar nossas aulas de Inglês, Ciências, Geografia, Matemática, Português, História, Informática, Artes e Educação Física.



quarta-feira, 21 de novembro de 2012

Relato sobre a Maquete - Lívia


Relato  sobrE a construção da maquete

           
            Nós  lemos 8 textos , que  são  esses: “Mar Tenebroso”,” Em Busca de Aventura”, ”Pindorama” , “Terra à Vista” , “Os Grandes Descobrimentos” , “Indígenas Catarinenses” e “Homens de Sambaqui”. Nós aprendemos que tinha uns 14.000 índios em Santa Catarina e agora só tem 3.000. Os textos falavam que quando os portugueses chegaram, queriam trocar pau-brasil por bugigangas tipo armas, miçangas, espelhos, pente e pedaços de pano.
            Nós também vimos “Náufragos”, um vídeo que tinha parte um e parte dois. O vídeo falava que existiam alguns índios canibais e um português que se chamava Aleixo Garcia que teve um filho com uma índia e o nome do filho era Aleixo Garcia Filho. Também vimos um site chamado ISA sobre as tribos do presente, uma delas era M’BYÁ de uma tribo indígena que fala tupi guarani. Nossa amiga Bia disse: essa aldeia é minha, é minha! E ela repetiu, repetiu e foi muito legal ver o site, porque tinha uns nomes muitíssimos estranhos que todos começavam a rir e também descobrimos onde eles moravam e quantas pessoas tem em cada tribo.
            Nós fomos na aldeia M’BYÁ, passamos pela escola depois fomos numa cabana e fizemos uma trilha, depois disso ficamos conversando, descemos e fomos à lojinha onde compramos arco e flecha. E também vimos dois filhos bem pequenos e fofinhos, filho de um índio que fez a trilha com a gente no nosso passeio. Foi bem legal e assustador, eu e minhas amigas Ana e Manu nos perdemos enquanto nós fazíamos a trilha gigante, depois achamos nossa professora Juliana que nos ajudou a achar o caminho para voltar. Depois ficamos conversando com os colegas.
            Para fazer a maquete tivemos que reler os oito textos que são esses:
“Mar Tenebroso”, “ Em Busca de Aventuras”, ”Pindorama”, “Terra à Vista”, “Os Grandes Descobrimentos”, “Indígenas Catarinenses” e “Homens de Sambaqui” em grupos, anotamos tudo que tínhamos que trazer de brinquedos como: vaca, cabra, galinha, etc. E também vimos o que íamos fazer na maquete como: Europa, europeus, mar, índios, Brasil, naus e caravelas. Também deu trabalho porque a maioria das crianças queriam o mesmo para ficar no grupo, no final ficamos eu, a Luiza e o Bernardo Bolonha.
           Fizemos bonecos que são esses: castelo, armas, reis, súditos, calabouço, Escola de Sagres, nove naus, um barco, um capitão, crianças, barbeiros, escrivão, padres, pessoas doentes, pau-brasil, índios e europeus lutando, franceses invadindo, floresta tropical, palmeiras, casas, roupas, ornamentos, rede, monstros misteriosos, água fervente, pedra imã, igreja, placa, índios caçando, pescando e colhendo. Montamos a maquete para avaliar se o tamanho estava bom, e quanto precisava aumentar, e combinamos com nossa professora esquecida que era para trazer balestilha, quadrante e astrolábio que a nossa professora ainda não trouxe, ela já anotou quatro vezes e não se lembrou...

Lívia
Revisores: Lívia, Lucas, Mateus e professora Juliana

O.B.S.: As crianças escreveram individualmente um relato sobre a maquete que foi revisado várias vezes ao longo do semestre e, agora, é postado para que todos possam ler.
Professora Juliana